FIFO=(first in, first out) - não quebra a tarefa no meio, a primeira que entra será a primeira a ser executada.
Vantagens: mais simples, todas as tarefas serão atendidas.
Desvantagens: muito sensível a ordem de chegada, se processos maiores chegarem eles aumentarão o tempo de espera, podendo não ser rápido.

SRT=(Shortest remaining time) - será executado o processo que tiver menos tempo de execução/sobrando, ele interrompe uma tarefa que já está sendo executada se a próxima da fila for possuir tempo menor.
Desvantagens: Processos que consomem mais tempo podem demorar muito para serem finalizados se muitas tarefas curtas chegarem.

STJ=(Shortest job firist) - o menor processo ganhará a UCP criando uma fila de processos com tempo crescente parecida com a SRT porém neste caso a tarefa será concluída.
Desvantagens: Baixo aproveitamento quando se tem poucos processos prontos para serem executados.

Escalonamento por revezamento (roudin- robin) - É uma variação do FIFO/FCFS, em que entra em ação o quantun (geralmente q=2tics), em que corta a tarefa que não concluiu a tempo e estourou o quantum, indo esta para o final da fila.

Escalonamento por prioridade - as tarefas recebem ordem de importância (o mais baixo à mais alto). Geralmente podendo ter a opção de ser preemptivo ou não preemptivo.
*a natureza da prioridade pode ser dinâmica ou estática a dinâmica ocorre devido a fatores:

externos: como a classe do usuário,valor pago, importância da tarefa.

internos: idade da tarefa, duração estimada, grau de interatividade uso de outros recursos.